domingo, 17 de junho de 2012

Assistindo e comentando : Amor ou Consequência

Tá errado quando você quer bater nos personagens...

Dando continuidade à linha de filmes franceses românticos, decidi escolher um sem ler nenhum tipo de comentário pela internet, sem ter sido recomendado por nenhum amigo. Li somente a sinopse e vi o poster- que até esboçou um potencial...
ai que cores lindas, casal na chuva, alto potencial açucarado...
 Bom, o escolhido para a bela noite de sábado foi Amor ou Consequência (Jeux d'enfants, França/ Bélgica- 2003) e o resultado você acompanha abaixo, RECHEADO DE SPOILERS.(clique aqui)



Ok, começamos com nosso herói apresentando sua infância, sua mãe doente que morre, o jogo que é o motim do filme e sua amiguinha-amor-da-vida. Tudo em cores saturadas e fantásticas, com algumas cenas que misturam ilustrações. Tudo sempre embalado ao som de La vie en Rose. Potencial: muito alto.
Tem coisa errada...A menina quer ser uma torta quando crescer, e o moleque quer ser um tirano com escravas. TEM COISA BEM ERRADA com esses dois. Vamos perdoar, é criança e tá tocando La vien en rose. De novo.
E ai que eles cresceram dividindo a cama, ficou aquele sentimento de te quero e não quero. E rola toda aquele draminha básico de "eu quero ficar com você mas a vida não permite", sempre usando o jogo de infância "atrevo não me atrevo" como desculpa para se encontrarem- e potencialmente se ferrarem. Enche o saco, não é legal, não é romântico, é doentio literalmente. Sabe quando você tem vontade de bater nos personagens? pois é.
Depois de anos de longe e perto, eles decidem finalizar o jogo deles de maneira que nunca mais se separem: sendo "cimentados" enquanto se beijam. Desculpa, mas isso não passa nem perto de ser romântico, é simplesmente patético.
Não dá, tem coisa que simplesmente não dá! E este filme é uma delas.
Se você quer ler o "assistindo e comentando" anterior, clique aqui.

>Gostou ? Aproveite e me siga no Twitter :)

5 Comentaram aqui!:

Diego Kober disse...

Tá de sacanagem que eles se matam dessa forma patética no final do filme?

Leticce disse...

Não estou. É patético mesmo.

@guilhermewells disse...

hahahaaahaha que bizarro, parece besteirol, que do nada acontecem coisas nonsense escrotas

Bia disse...

quê?

Paloma~~ Bacon disse...

Desculpa ser do contra mas esse é o filme que eu mais gosto, de todos os que eu já vi na vida hahahaha