terça-feira, 7 de setembro de 2010

Você não sabe, mas eu tenho um sorriso texto secreto só para você

Um texto sobre outro texto, que ainda não existe aos olhos de todos. Atenção: O texto a seguir pode ter conteúdo de #mimimi
imagem aleatória sem ligação com o conteúdo do post*


Tem coisas que não se controla, como o destino e gostar das pessoas.

Faz uns dias que eu coloquei aqui o texto sobre um fato do meu cotidiano, sem pretensão que alguém fosse ler até o final e dar feedback. Erro meu, vocês amam aleatóriedades não é mesmo? Tanto que me foi sugerido colocar mais desses "pequenos contos de observação". Empolgada, fui atras dos rascunhos dos textos, pois eles não recentes- aliás o da costela data de um ano atrás pelo menos.

"Mas porque os textos não são recentes?" Você amiguinho leitor questiona-se em silêncio enquanto aguarda o desenrolar do texto.

A grande maioria de meus textos foi escrito em blocos de rascunho - quando eu conseguia arranjar um lugar para sentar no ônibus, na volta para casa. Um dia de trabalho, uma hora de almoço e observação do mundo: alimento para minhas coisas. Então podem concluir que a letra é toda tremida, e isso tira de cogitação eu preguiçosamente colocar scans dos textos aqui no blog.

"Ok, mas e o mimimi? e o lance de gostar..."

Indo por partes. No meio de todos os textos inacabados, rascunhos e coisas indecifráveis encontrei um dos textos que eu tinha na lembrança como "o melhor". Quando o finalizei, isso também a mais ou menos um ano atras, algumas coisas aconteceram e eu acabei esquecendo de publicá-lo. E lá ele ficou guardadinho, até essa semana passada.

"Se o texto tá pronto..."

E está, só falta publicá-lo. Mas tem um porém: esse texto , fruto de observação, teve o seu héroi. "ah grandiscousa! o outro teve o senhor que narrava alimentos". É, mas desta vez é diferente, pois quis o destino que eu conhecesse o "herói"- sim, no sentido de trocar palavras e saber nome - em um período bem posterior ao que escrevi. E para completar a situação, a projeção que fiz dele sem conhece-lo ficou perfeita.

"Ok, mas qual o problema? tem alguma coisa ruim no texto? a pessoa é do mal?"

Ao contrário, ele é uma das pessoas mais queridas e adoráveis que já conheci, alias tão adorável e querido que temo irritá-lo postando um texto com impressões tão meigas- e verdadeiras. Mesmo o texto não citando nenhum nome ( óbvio eu não sabia!!!) e descrição física exata, não quero deixar ninguém incomodado.

Esse é meu motivo. E esse é o meu texto sobre outro texto que ninguém leu. Fantástico não?.

*Mentira, a imagem tem ligação sim com o post. Haha

>Gostou do texto? Aproveite e me siga no Twitter :)

6 comentários:

VHT! disse...

Parabéns pelo blog. Gosto muito da sua sinceridade e naturalidade nos textos. Continue assim :)

VHT! disse...

Parabéns pelo blog. Gosto muito da sua sinceridade e naturalidade nos textos. Continue assim :)

VHT! disse...

Parabéns pelo blog. Gosto muito da sua sinceridade e naturalidade nos textos. Continue assim :)

VHT! disse...

Parabéns pelo blog. Gostei muito da sua naturalidade ao escrever. Continue assim :)

sergio disse...

quero ler o texto!

Felipe Baena Garcia disse...

Depois de rir muito com imagem aleatória sem ligação com o conteúdo do post* qria dizer...pontos pra "randomisse" =]