quinta-feira, 30 de setembro de 2010

Aquele texto secreto...

Sobre um alguém que me afeiçoei não sei porque.


Os dias são repetitivos e eu geralmente estou acompanhada de minha imaginação. Essa é uma região de poucas residências, um pólo comercial. Aqui misturam-se vários tipos de trabalhadores, em passos estranhamente sincronizados formando uma massa de carneirinhos: Camisa social branca, calça preta.

Atravesso a rua mecanicamente, observo tudo a minha volta estando ao mesmo tempo alheia. Nada me prende atenção de verdade, porque nada me surpreende. Sol de meio dia e eu com esse casaco grosso, resultado de uma escolha infeliz feita às seis da manhã...Não adianta assistir a previsão do tempo, aqui é um mundo à parte. Mas tudo bem, esta é minha hora de almoço, reservada em parte para sonhar.

Novamente com a bandeja na mão, escolhendo o que colocar no prato. Cercada de rostos estranhos e familiares, mas hoje com um pequeno diferencial:

ELE.

Está acompanhado de amigos, colegas de trabalho eu presumo. Deve ser um pouco mais velho que eu, um pouco mesmo. Ele sempre tem um leve sorriso bonitinho e secreto no rosto, sabe quando não se usa os lábios, mas sim o olhar? Bom, esse é o dele. Ele deve estar bem satisfeito com a vida, ou com as coisas que faz, mas não parece o tipo que fica esfregando na cara dos outros "ah sou demais". Ele não precisa, a satisfação é dele e para ele...e talvez daí venha o sorriso. Se for a sua vibe , ponto positivo.

Eu mencionei que ele geralmente está acompanhado de amigos certo? Estranhamente não consigo me ater as faces deles, somente Ele me atrai a atenção, por motivos inexplicáveis de minha mente. Minha mente: isso não vem ao caso agora.

Gosto do jeito que Ele se veste. É honesto, simples e sem frescura: "hetero" eu diria - e felizmente não é aquele clichê de roupas sociais. Tá, a parcela de culpa vem em parte do lugar que você trabalha, mas existem mais cores além do branco e preto. Ele deve trabalhar em um lugar feliz, e o chefe também ser gente boa...enfim uma cadeia de boas vibrações para ele chegar aqui sempre com o sorriso secreto bonitinho.

Agora eu tenho um nome para ele: "moço bonito". Tá bom, não é um nome, mas é um jeito de guardá-lo em minha mente. Moço porque não é velho e bonito porque eu gosto de vê-lo. É assim que as coisas funcionam.

É, eu gosto de vê-lo, me dá uma certa felicidade boba. Uma dessas coisas que não tem explicação lógica e racional. Deve ser um cara legal de se conversar aleatoriedades, e como eu presumo, gente boa. Mas o que eu falaria com ele? "bonita camisa, qual o seu nome?". Não, eu provavelmente teria um ataque cardíaco de tanta vergonha e ele obviamente me acharia uma freak. Tudo errado. Fora a chance de sobrevivência depois deste evento provocado por mim e acabar encontrando-o pelas ruas da região. Vergonha...

Os amigos escolheram uma mesa próxima a que estou, logo Ele estará aqui perto. Felicidades que estranhos me proporcionam sem saber. Uma pena, já que estou terminando de comer e meu tempo de ficar aqui também. Quem sabe amanhã o veja de novo.

***

Hoje Ele está sozinho, com o olhar distante e estranhamente sem o sorriso secreto. Poxa, até você moço bonito? Queria poder trazer aquela sua carinha feliz de volta, e isso também me faria feliz. Mas não tenho intimidade, e assim só posso torcer silenciosamente que as coisas fiquem bem com você. Estes são os meus desejos.

Não sei se vou vê-lo novamente. Mudanças a caminho.

***
Yep, este era o texto, que eu escrevi um outro texto sobre não publicar este . Gostaram? Sim, faz quase um ano que estava engavetado.

>Gostou do texto? Aproveite e me siga no Twitter :)

18 comentários:

Marcel disse...

Ah que fofinha você.

Anônimo disse...

KDILUSTRA DO CARA? KD KDKDKDKDKDK?

Leticia (aka Leticce ) disse...

Não tem. RISOS.
Identifique-se e a gente conversa.

Marcos Faria (aka Faria) disse...

Lindo texto, Lê.

Adoro blogs assim. Ontem mesmo andando pela blogosfera me deparei com textos longos de um blog que eu mal reparava, e me dei conta de que os textos são fantásticos. Bem nessa coisa de menininha sonhadora, cheia de fantasias, segredos, imaginações e apelidinhos. Ah, era o blog da Rê Biscoito.

Vejo o mesmo nesse texto. Me cativa. Gosto de textos assim...
Talvez fora o mesmo motivo que me levou a ler, de verdade, um livro que não fosse Harry Potter. Depois daquela viagem - de Valéria Piassa Polizzi - é o nome do livro. Cheio dessas características também.

Melhor parar o comentário aqui, antes que eu acabe fazendo um 'sub-post'.

Escreva mais. E me mande! Sempre.

Leticia (aka Leticce ) disse...

Estou para postar um que tem 3 paginas no word. Quero ver quem vai ter paciência de ler...

Esse texto é bem maior na realidade, com muito mais detalhe. Mas aqui optei pela versão mais light. Tenho meus motivos.

Aê vou lotar isso aqui com textos enormes, tudo que está arquivado! hahahaha

;]

Sergioo disse...

Como você sabe, adoro textos gigantes se eles não são entediantes. Por isso adoro os seus fadz! : )

Leticia (aka Leticce ) disse...

Oin Oin :D

Joyce Muller disse...

Sinto cheiro de mudanças no ar ....encontros e desencontros compõe nosso cotidiano....O que é pra ser será....

Anônimo disse...

Eu sou o "moço bonito" Leticia, vamos nos casar....... e viver..... para sempre......


ahhh não to no SL?!?!?!

Esquece entaaummmm

Ass. HD

Leticia (aka Leticce ) disse...

Ah joy vc é uma fofa :)
beijocas!

Leticia (aka Leticce ) disse...

MAS QUE QUE É ISSO BRASÉUUUU????

RISOS

:)

Anônimo disse...

Mutoo perfeito!!
Adorei!
*-*

Anônimo disse...

Dá um sorriso pra o rapaz :) Com certeza ele vai ser gentil com vc! Quem sabe se ele tiver sozinho algum outro dia ele não te chama pra sentar na mesa com ele pra almoçar? Boa sorte! Bjo

Leticia (aka Leticce ) disse...

Vocês estão sendo uns fofos mesmo !

Obrigada:)

Lauriza disse...

Que lindo texto, me identifiquei com ele, por demais cativante.Conheci teu blog hj mas ja me apaixonei por ele, continue escrevendo adorei. *-*

Anônimo disse...

Ai que lindo e romântico *.*
Tem continuação?

Beijos!

Eduardo Gomes disse...

geralmente é assim que acontece. =/

Eduardo Gomes disse...

é, geralmente acontece assim. =/